terça-feira, 30 de agosto de 2016

Todos trazemos o dom da criação e somos capazes de fazer coisas incríveis





 Olá bom dia, boa tarde ou boa noite, quando  for hora de aqui  passar e ler.






Sou contra o uso de peles de animais nos acessórios. 
Infelizmente milhões deles são mortos diariamente para satisfazer a gula de muitos e a ganância de quem os cria de forma imprópria e selvaticamente. 
Especialmente nos países grandes, com milhões de habitantes, o horror está até a contaminar lençóis de água freática e a deixar as terras quase incultiváveis, como é o caso da Argentina. 
Não posso ser ecologista por um lado e protectora de animais, quanto mais não seja nas redes sociais e no espaço onde habito, para depois promover o uso de peles. 


As peles, são um horror pior do que o da criação de animais para alimentação do homem, só comparável ao do foie gras. Outro horror dos nossos tempos, que com o arrancar as penas dos patos em vida para encher sacos de edredões, será comparável a cortar as presas de elefantes ou rinocerontes, a acorrentar animais por décadas em cima de cimento, como é o caso dos Zoos,.... mas não só. 

Tudo o que acontece de mau na nossa sociedade, acontece geralmente pela mão de quem tem dinheiro, mesmo que este seja fruto de especulação, de maldade para com animais e outros seres humanos.
O homem vai acabar  por fazer desaparecer espécies de famílias inteiras como o esturjão, o peixe de quem são roubadas as ovas para fazer o caviar.
Dizia, não posso ser uma aqui com frivolidades de coisas para casa, moda e flores, conceitos de jardinagem e como ter um terraço mesmo que pequeno ou apenas varandins, como é o meu caso presente, mas ser indiferente ao que se passa no mundo.
Tenho muitas em mim, daí ter tanta afinidade com Fernando Pessoa, também eu amo muita coisa e por vezes até antagónicas, mas isso faz parte da nossa natureza, quando dentro de nós vive um mundo, o que não posso é esquecer que há horrores lá fora e por isso, aqui a promoção será sempre a do natural, a do que podemos fazer com as nossas mãos.



Esta página também não é uma auto promoção, eu não vendo nada, apenas ideias, por enquanto...:P
Mas quando queremos podemos e devemos fazer. Recordo que há uns vinte e muitos anos, numa casa onde vivi, e já com a minha prole de cinco rebentos, mandei fechar uma varanda grande. Para ficar com espaço para brincarem mas sem medos.
Não tinha máquina de costura e numa fábrica de luvas onde era tradutora, tinha comprado muito em conta, duas peças de tecido de forro de luvas, que tinha saído um pouco mais áspero do que seria normal para forro de luvas de pelica. 
Fiz à mão, em ponto de luva e nas zonas onde iriam agarrar os ganchos das calhas em ponto atrás, para uma varanda de 20m2 com 2,80m de altura...os cortinados todos.  Foram quarenta e tal metros de tecido, feitos com carinho  pormenor e como na altura não sabia usar dedal, valeram um dedo médio furado que levou quase um mês a sarar...
Não foi a minha única proeza. Fiz muitas do estilo. E este facto não é para me gabar, apenas para constatar que mesmo com filhos, emprego e uma vida, podemos fazer coisas, se quisermos.
 Uma das mais recentes, foi pintar uma cozinha coberta de azulejos, por etapas, creio que mostrei que temos de cobrir com primário, uma ou duas camadas, para depois  pintar. E nunca tinha feito tal coisa.

O mesmo aconteceu com a culinária. Tanta vez vi nas TV's programas com o B,  A - Bá, que acabei aprendendo, e tanto livro, tanta revista, se os lerem, não é para colocar na estante, é mesmo para ler...
Se eu aprendi e hoje cozinho bem, você também é capaz!!

Com o crochet e o tricot, bordar, aprendi com minhas tias em pequena.
Na costura fui vendo minha mãe, que verdade seja dita me ensinou, para a ajudar a ela.
No resto são curiosidades que se têm, depois de se ter aprendido as técnicas. Sempre fui boa aluna a desenho, desenho à vista, tinta da china, colagem e trabalhos manuais,   depois é aperfeiçoar e aplicar o que se aprende.




Por isso aqui, será a primazia para o manual, para o que podemos criar e até fazer em casa, construir com madeiras de demolição, de velhos móveis, de paletes, fazer novo com usado, recriar, pintar, patinar, forrar, e muito mais. Fazer quadros simples, pintar, fazer colagem.
Podia dar-vos exemplos diversos, mas a seu tempo os darei. 



Poucos de nós não trazemos o dom da criação, afinal nós somos a mais perfeita máquina que faz parte de uma muito maior, o Universo, perfeito, que é a mais bela e criativa obra que alguém ou algo criou.
Só não fazemos muitas vezes porque preguiçamos, porque deixamos andar, porque alguém nos fundiu o fusível da paciência.





 Um pouco de mim, porque quem aqui passa merece saber quem sou,  o que penso e defendo.

Boa continuação de semana!!

Já agora, quem quiser, é aqui que me encontra com a página dos diversos blogues :

https://www.facebook.com/profile.php?id=100004232709567

E aqui no Pinterest :

https://pt.pinterest.com/GenaResende/








sábado, 27 de agosto de 2016

Cozinhas pequenas - mesas alternativas - mesas de parede

Bom dia,Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ
Sábado sereno e de paz para todos os que me visitam.



.¸¸.*♡*.¸¸.*☆*¸.*♡*.¸¸.*☆*.¸¸.*♡*.¸¸.*☆*.¸¸.*♡*.¸¸.*☆*.¸¸.*♡*.¸¸.




Um bom fim de semana a todos. Por aqui ainda  bom tempo.
Este ano pouca praia fiz mas, tal como refere a minha médica, férias não são praia....poucas, curtas e com demasiado calor. Insuportável andar seja onde for com mais de 30 graus Celsius.
Talvez tenha mais  sorte nos próximos dias de férias, já no outono.

Tal como tinha prometido, ideias para comer na cozinha, mesmo em cozinhas minúsculas.



Boa ideia esta, até com prateleiras para arrumação.

  

Que se arruma num cantinho depois de fechada.


Ideia de como se faz.
 Esta está fechada e tem uma perna que prende a mesa na horizontal.

 Pode até estar fixa, estilo prateleira mas a 76/78 cm do chão, que é a altura que deve ter uma mesa.


O facto de ser uma mesa de parede, de abrir e fechar, não quer dizer que você não coma sentado e não goze a vida. 

Ocupam pouco espaço e são uma boa alternativa.




Modelo de Wally Clei


 Muitas ideias para quem falta de espaço na cozinha. Mesas alternativas, mesas de parede.


Gosto bastante desta solução. Podem comer duas e talvez até três  pessoas, sentadas em bancos também eles de empilhar ou fechar.Apartamento na Ucrânia do arquitecto Denis Svirid.


Esta é sem dúvida uma óptima solução. E pode ser também ajuda ao cozinhar.




Muito interessante este modelo.Gostei essencialmente da ideia do banco de parede. Modelo Casa e Jardim


 Há sempre uma solução, nós é que precisamos dar asas à imaginação.  Mesa antiga de campismo. Abre-se e fecha-se ๑㋡๑ E funciona há anos!! esta é de minha prima, cuja cozinha é menos que  mínima.

Todas as imagens acima  via Pinterest.com/mesasdeparede/

sexta-feira, 26 de agosto de 2016

Quarto para menina







Bom dia, uma feliz sexta-feira. Que seja de paz, amor e muita serenidade.
Que todos façamos um momento de reflexão, pelos verdadeiros valores da vida em presença da tragédia do terramoto em Itália.
♡Todos as manhãs renascemos de novo, e o que fazemos hoje é o que mais importa♡, palavras de
Gautama Buddha







Comprei cravinas e trouxe para vocês, pena que aqui não cheiram.【ツ】

♡ A pedido de muitas pessoas, ideia para um elo quarto de menina. ♡

Gosto muito de algumas publicações e da Editora Abril, são várias. Porque esxistem princesas, mesmo que não vivamos como reis e rainhas 【ツ】.










Nem precisam de uma grande espaço, mas se tiverem armários (sempre bem presos às paredes), as crianças ficam com o chão para brincar.


Também não precisam nem de gastar muito, nem de muita coisas. Precisam sim de programar bem o que realmente precisam e o que pode crescer com a criança...mas eles crescem muito depressa, não esqueçam.

Até estas almofadas, você pode usar roupa que não usa e que já não está boa para dar, ( se estiver rasgada ou esgaçada, ou qualquer outra coisas, porque o que não está bom para nós também não pode ser dado, mas pode ser reaproveitado), e fazer reaproveitando, como dizia.

Espero que gostem da ideia. Eu adorei.ღ

Que o dia seja alegre, e que o fuinal de semana, para quem o tem, seja igualmente  bom!!!

Abraço!!ღ

Gena ღ


terça-feira, 23 de agosto de 2016

Micro ou mini cozinhas




Bom dia meus queridos !!
  Boa terça-feira!
★*♫.•°*°•.¸.•´¯❤★¸.*.¸¸.*☆*  .*.¸¸.*☆*  ❤★¯•.¸.•´•°*°•♫.*





Vi na revista Minha Casa, uma reportagem sobre cozinhas pequenas.  Afinal são a maioria que existe, dado o crescimento da população mundial, em muitos locais cada vez são mais pequenas as casas especialmente nos grandes centros urbanos. 

Resolvi partilhar aqui a ideia, pequena mas com tudo o que precisa quem cozinha.Que pode ser a "ela" ou pode ser " o ele" e ainda bem!!






Veja como estão aproveitados os espaços e tem onde trabalhar, cozinhar e até comer.



Gostei da ideia, por isso, se gostar, inspire-se.

Já tive cozinhas de todo o tamanho, pequenas e enormes. Adoro casas grandes, mas hoje, mais velha e com os filhos criados, penso que para dois um quarto uma boa sala, uma cozinha como esta e uma boa casa de banho, é suficiente. De preferência com uma varanda.  Muita coisa, muita tralha (treco, como se diz no Brasil) para limpar !!! E é melhor sentar e conversar ou sair para passear do que estar só  limpar, verdade??

Muito grata pela vossa visita e bom dia de paz e  alguma felicidade, para todos.

Créditos:  http://minhacasa.uol.com.br/

Dizem que a felicidade é cara / happiness is expensive












Bom dia meus queridos !!
 
 
★*♫.•°*°•.¸.•´¯❤★*♫.•°*°•..¸¸.*♡*.¸¸.*☆*  ❤★¯•.¸.•´•°*°•♫.*
 
 
Dizem que a felicidade é cara ( happiness is expensive) e eu queria que discutissem a vossa ideia comigo.
Na minha perspectiva e pelo que ao longo de anos aqui tenho escrito, a felicidade para mim, não tem preço. Ela é, tal como a paz,  a serenidade, a nossa saúde, a VIDA, um bem tão caro que tem que ser  tratado como preciosidade.
A maioria das pessoas não chega lá, julgam que a frase Life is expensive tem algo a ver com dinheiro, aquisições, coisas materiais. E não tem, mesmo.
É mais fácil um sem abrigo ser feliz, porque olha todas as noites o firmamento e vê estrelas cadentes e dorme mesmo no chão ou num  banco de jardim, mas em paz consigo mesmo e com o universo que o rodeia, do que um ricaço numa mansão de milhões de dólares, ou conduzindo um carro de milhões, que os há, os Bugatti, por exemplo.
Como para mim, felicidade é acordar todo o dia, ter o que comer, ajudar quem posso, ter a consciência tranquila, saber que fiz o melhor que pude e
sabia no meu passado, ter um companheiro, amar ler e conhecer mais, amar a natureza e o universo, estar bem e com alegria com tudo o que eu faço, mesmo que eu não seja perfeita, mesmo que não seja expert nas coisas que gostaria, felicidade, pode ser
tudo e nada mas é muito mais fácil ser humilde e feliz, do que rico e feliz. 
Daí que e não querendo alargar a minha visão de felicidade trago de novo a ideia de paletes e de madeiras reciladas. Eu gosto.
E hoje em dia já se vê em muita loja, expositores feitos com caixas de fruta e expositores com paletes nas paredes etc.
Tudo se pode fazer com paletes. E elas até nem são assim tão baratas. Se arranjar usado e pintar, melhor, se for comprar, um estrado de uma cama com quatro paletes novas fica mais de oitenta euros.

Mas primeiro que tudo, desejar a todos que continuam a visitar-me aqui nesta casa virtual, uma boa semana. Cheia de luz e paz. Se possível com sol e talvez menos quente e com menos fogos. Seria uma maravilha.
Sei que no Brasil faz um frio danado e há regiões onde não é habitual nevar e estão cobertas de neve.
Espero que passe logo e que o espírito olímpico ainda morre lá.





Ideias para você fazer com paletes ou madeira de demolição.






















Gosto desta ideia de biombo.




Algumas destas imagens ou outras parecidas, já estão aqui no blogue. Os créditos das imagens, umas são partilha daqui, outras com crédito e ainda outras via Pinterest.com/ no meu álbum recycle, conseguem encontrar quem fez, para o caso de quererem aprender ou fazer semelhante.




Felizmente que a vida mudou e muito em muita coisa. Estão cansados de saber a minha opinião, adoro reciclagem, vintage, recuperação e transformação de casas e móveis e até roupas, por isso estou em asoluta cnsonância com esta ideia, felizmente adoptada por muita gente.




 Afinal, podemos ou não ser felizes com menos e até com pouco? Que acham??
O que vale na felicidade? Os bens materiais??







Se quiserem fico à espera dos vossos comentários. Um abraço e um dia de paz.