sexta-feira, 25 de julho de 2014

Boa sexta-feira

Apenas para vos desejar um dia feliz, uma bela sexta-feira  :) 
E também  para vos agradecer as mais de 600 mil visitas ao  blog!! Valeu!!

Deixem comenrários e encaminhem-me para os vossos sites, blogs, trabalhos, eu quero saber de vocês. Alguns visito com regularidade, e gosto muito de os ler. Partilhem aqui o que fazem .
Adoro-vos.




quinta-feira, 24 de julho de 2014

Ideias, tantas

Tantas ideias, ao folhear as revistas de El Mueble, resolvi digitalizar algumas das fotos e partilhar convosco...

Tantas ideias, até nem só para mudar tudo, por vezes mudar isto ou aquilo de lugar  e já dá um ar novo à casa.

Vejam só e avaliem ...achei estas ideias uma delícia.

Adoro casas de campo, apesar de estas serem um pouco mais luxuosas do que eu gostaria de ter, tem ideias muito interessantes até para tirar ideias para as nossas casas.




















Todas as casas muito luminosas, claras  e algumas com mistura de estilos, todas simples e
fáceis de conseguirmos ter, copiando este ou aquele pormenor, ir mudando, fazendo nós próprios, ir conseguindo ter o nosso lar à nossa medida.



 Casas  para viver em família, não é verdade?? Adorei.
Espero que gostem.

Ao partilharem,  não esqueçam  por favor de creditar, são imagens da revista El Mueble, não de uma, mas de várias edições. Podem creditar o blog, também.

Boas decorações, bons trabalhos e vivam a vossa casa.

Bom dia!!


Olhem só esta beleza, duas nuvens coração que se tocam...vi esta madrugada ao "nascer do sol", da minha janela...:)  inspiração...pronuncio de amor...:) seja o que for, foi digno de ser observado e agradeço ter estado acordada para olhar o céu!! 
Quis partilhar convosco, que fazem parte da minha família...

Dia feliz amig@s <3




segunda-feira, 21 de julho de 2014

Quem sou eu ?

O meu percurso de vida, quem sou eu, quantas pessoas haverá no mundo como eu?

Vocês sabem que posso ver nas estatísticas os posts que são mais bem recebidos. Mas também sei que o blog sendo o meu meio de comunicação convosco e com o mundo, partilhando as minhas ideias e assimilando outras que me interessam, é na verdade, a minha visão e o que mostro do que mais me interessa. 

Quem segue o blog e este momento são 114 seguidores, sabem que este blog, foi criado, a par de outros que tive,  noutras plataformas como a do Sapo, e que entretanto fechei,  porque na altura fiquei sem trabalho e numa depressão profunda. 

À parte o meu companheiro de vida (fará em 31 deste mês 43 anos que  estamos casados, e em 25 de Setembro 44 anos que estamos juntos), ninguém na minha família me ajudou a suplantar o trauma que é ficar sem trabalho. 

Fiquei muito doente, especialmente da alma...ao fim de quase 34 anos de trabalho, com alguns intervalos, e de ter trabalhado e criado cinco filhos, sempre a trabalhar e ajudando com o meu esforço, dentro e fora de casa, à economia da família, foi precisamente com a ajuda do meu marido e deste e de outros blogs, como referi, que me trouxeram de volta à vida, ao ânimo e vontade de fazer coisas. 

Volvidos mais de seis anos desta situação, de altos e baixos, de vontade de virar o mundo do avesso e de outras em que  não me apetece sequer sair do meu pijama e numa fossa tremenda, lá estou a pouco e pouco, saindo da toca, nome que dei à fossa onde caí por tristeza e desespero, a maldita depressão.

Na verdade, eu nunca fui triste, mas sempre fui melancólica. Percebem a diferença?? 
Mas depressão é algo mais, bem mais profundo, que deixa feridas profundas e nunca mais voltamos a ser iguais. A vida falhou-me em muitas ocasiões. dizem que coloquei a fasquia muito alta, e o salto umas vezes foi conseguido e em muitas outras falhado...

Falhou muito e a quem mais dei de mim, dei sangue, corpo, vida, alegria, cuidados...e isso é uma ferida aberta que jamais sarará. 
Nunca esperamos que a bofetada, o tabefe, o empurrão que nos faz cair estatelados, de costas e desamparados, em pleno chão,  venha de quem mais amamos.

A ferida fica para todo o sempre...é chaga que nos dói e não tem cura, porque não podemos mudar escolhas que fizémos, mudar o passado, ansiar por remédios para o futuro.
Acaamos morrendo dentro de nós, se não soubermos  ultrapassar tudo isso, e vivermos o agora.
Só este momento interessa, podemos sempre tomar novas decisões. Fazer mais e melhor. 
E quando aqueles a quem demos tudo, por quem dormimos três horas por noite e trabalhámos 18 horas por dia, fora e dentro de casa, por quem sofremos os horrores das dores de dar vida, então, temos pena. 
Fizemos o melhor que soubemos demos o melhor de nós, e se não fomos perfeitos, foi porque nós próprios fomos sobreviventes de tantas  situações que eles nem julgam possíveis.
E o importante é e será, o sermos melhores a cada dia e tentarmos ser mais felizes.
Lamentando que a harmonia não seja possível, temos de viver com o resultado das nossas escolhas, com o caminho que escolhemos e sermos fortes para continuar e que a nossa vida seja longa e simples, que o universo nos bafeje com algumas pequenas alegrias.

Afinal, há sempre quem esteja pior, há sempre quem sofra mais, quem tenha menos,   tantos que vivem na mais absoluta solidão.

Alguns de vocês  que me acompanham há muito, eu tenho de agradecer, mesmo ao mutismo de alguns ou na prazenteria de outros e das mensagens de apoio de poucos, lá tenho conseguido ir vivendo e ganhando vontade de fazer coisas. 

Sou dona de alguma  criatividade , mas a vontade e a parceria faltam...aguardo pacientemente os anos que ainda faltam, para poder ter o meu marido como companhia e criar quem sabe, outra forma de ganhar a vida, mesmo que tardia ( nunca é tarde). Tenho muitas ideias, mas muito medo de arriscar...o dinheiro faz sempre falta.

Por isso sempre dou ideias para poupar, ideias para aproveitar o que se tem e dar uma nova cara às coisas, criando sempre uma ilusão do novo, porque nós precisamos.

A pedido da minha família, não partilho o que faço aqui em casa, não se sentem à vontade, mas disfarçadamente tenho colocado aqui coisas que faço, sem as colocar como minhas,para não ferir a privacidade de quem comigo vive.

 Quem sou eu ? Uma entre milhões de mulheres que lutam por ter dar uma vida melhor às suas famílias, ultrapassando tudo e todos.

A vida não é um conto de fadas, não são apenas os empregos que nos lixam a vida...são os furos que existem no nosso barco, que aqui e ali vai metendo água. 

Damos liberdade de escolha aos filhos e quando crescem, são mais conservadores  do que os nossos tetra-avós...a própria família tem invejas do que somos, do que nos acompanha na alma, do que somos enquanto seres humanos.

Por isso costumo dizer que parte da minha família, são os amigos, mesmo que não  carregando os mesmos genes,  todos os que partilham comigo ideias, anseios, que me vêm ler, mesmo em posts mais chatos como este, vocês e outros como vocês, noutros locais, noutras redes, noutros meios de comunicação, por
que hoje, todos somos cidadãos virtuais e globais e todos somos família.

Mais uma vez, obrigada por serem meus amigos!!



Partilho convosco, o que vejo neste momento, da janela do escritório onde estou...um dia lindo lá fora. Azul, verde e cheio de sol. É isso que quero partilhar convosco.

Reciclar madeiras de paletes

Bom dia e boa semana.

Há dias encontrei um site que promove a fabricação de novos móveis e acessórios, a partir de madeiras usadas. Construir novo, a partir de madeiras que podem até ser de paletes de transporte. O site chama-se Móveis em Paletes e eles fabricam.  Estão no Facebook.

https://pt-pt.facebook.com/MoveisEmPaletes

Para além deles, há por todo o mundo quem veja neste negócio uma saída para as suas vidas, já que não ao difíceis de fazer e são super resistentes. Este é o primeiro de vários post sobre este assunto, que me apaixona deveras.

Já aqui coloquei diversas vezes este assunto. Mas nunca é demais falar sobre ele...vejam este site...há quem esteja a ganhar dinheiro, construindo  casas modulares de diversas maneiras, umas em contentores que deixaram de ser bons para navegar e são recuperados, outros...em paletes, ora bem. Espreitem...:

http://maispaletes.com/casa-modular-com-paletes/

Tantas famílias estão a passar por tantos problemas, pagando os maus negócios dos bancos e tanto pode ser feito, fora das áreas convencionais. Há muito trabalho que nunca foi explorado, em diferentes áreas. Só precisamos de ser criativos e impor a nós próprios um propósito de vida.

Algumas ideias, quem sabe, para algo diferente a acrescentar na decoração daí de casa, para a casa de um filho que sai para ganhar asas, para uma casa de férias, ou para quem tem a sorte de ter um sítio no campo onde não vai todos os dias, mas precisa estar aconchegante para os dias em que vai......Registem só estas belas ideias... que beleza...


Vejam só, usaram madeiras velhas e usadas para construir o espaço de decoração da Casa Cor de São Paulo em 2012...um tecto falso lindíssimo.


Chão e paredes em paletes...que acolhedor. Eu quero!!!!



Há galerias no Brasil e não só, outros locais do mundo, com gente com cabeça aberta a novas tendências,  que colocam as suas exposições tendo por suporte uma estrutura em madeira reciclada.
Muito fácil de montar e se esmurrar um pouco, basta passar o pincel.



Ando a ver se arranjo uma destas, mais pequenas, para fazer um porta revistas...lindo, não?? Tenho uma a reciclar, para colocar cabides para as malas. Quando estiver concluída e pronta, mostro.




E quem disse que os sapatos não podem fazer parte da decoração?? A decoração tem de ser a nossa cara, e se gostamos de algo esse "algo" deve fazer parte da nossa vida.





Muitas vezes os filhos precisam ir para outros lugares, estudar...com pouco, pode decorar o quarto onde vão viver...ou para uma primeira casa, ou casa de um ecologista ferrenho...



 Adorei esta ideia. Para mim só faria um pouco mais, ou pintaria numa cor vibrante, ou escureceria com vieux-chêne.




Porque o que mais interessa é mesmo o convívio com amigos e família, que importa se os móveis não custaram milhares de euros?? Afinal o mais importante é sempre o amor e a companhia....mesmo que essa seja apenas da nossa cara metade...



 Adorei. Assim eu arranjasse  ( nem sempre é fácil, já que há meio mundo catando palete...)


 E esta ideia'?? Quem gosta? Eu amei! LINDO!!! Bom, imagino que deve dar um trabalhão!! Mas o resultado final é fabuloso!






 Mais uma bela ideia, creio que esta é também no Brasil.


 E esta?? Até parece  minha Tara... sabiam que tenho uma cadela muito lateira?? Adora sofá...



 E mais umas ideias, estas para o ar livre, terraços, varandas, quintais. Reparem na madeira usada na parede...dá um certo conforto e privacidade.


E porque não reutilizar as caixas de transporte já usadas, para colocar os nossos tarecos??  E o chão...lindo. Confesso que e porque sou muito feminina, gostaria de ver estas paletes pintadas de rosa pink, azul turquesa, lilás... se fizerem, não esqueçam que têm de comprar umas pequenas peças metálicas para as  agarrar umas às outras, ou...colocar pequenas ripas pregadas unindo as diversas caixas. De outro modo elas caem.



Um pequeno trono para o rei ou a rainha lá de casa...ou tão somente uma cadeira para viajar, quando se lê...



 Para os sortudos que têm muito espaço, vejam bem esta bela ideia.


 Bancada de cozinha, ou apoio de refeições...




E até o home cinema não falta....e que belíssima ideia. Adorei!!


Gostaram das ideias?? Há muitas, depois coloco mais. Digam algo...

sexta-feira, 18 de julho de 2014