sexta-feira, 22 de junho de 2012

Ainda falando de quartos

Os quartos de casal ou de casal para um..., são de meu particular interesse. Estou interessada em mudar o meu. Já aqui referi que me canso das decorações com muita frequência, odeio coisas padronizadas, estéreis, fixas e monótonas. Há quem me apelide de um verdadeiro vulcão, não creio que chegue a tanto, mas sou de facto muito activa e quando não tenho onde aplicar os meus anseios de mudança, faço-o na minha casa.
Agora, nos próximos dois ou três meses, vou mudar, pintar, reformar.
Uma das coisas que quero mudar, já, muito rápido, é o meu quarto. Inicialmente pensei em fazer um quarto tipo japonês. Mas o médico ortopedista desaconselhou porque a cama como fica muito baixa, obriga-me a fazer esforço suplementar. Como tenho  hérnias discais, aconselhou-me a ter cama com cabeceira, da própria estrutura da cama, para ajudar a sair da cama, caso tivesse necessidade disso. A minha não tem, é um sommier de gavetões. E de facto, quando reformei a minha cama para este que tenho agora, levei muito tempo a habituar-me. De modo que vou voltar ás camas tradicionais, com cabeceira para não fazer esforço ao levantar-me. Quem sofre dos mesmos males que eu, sabe do que falo, as dores por vezes não nos deixam virar ou levantar, há anos que não me levanto de rompante, como fazia em jovem.
Por esse motivo, tenho vindo a pesquisar, sobre quartos, embora já saiba há muito o que quero...O que quero é uma cama do Ikea, em ferro pintada de branco, a lembrar as camas das avós.
No entanto, nem por isso deixo de pesquisar e ver. Tal como ver montras de lojas de roupa de casa ou de roupa para vestir, também adoro perder-me a ver fotografias de decorações e de me perder por umas horas, dentro de  uma livraria.





Adoro esta, e creio que há uma loja em Lisboa que as tem.Creio que é a Homes in Heaven.



O problema destas camas, no meu caso, esta capitonné, são os gatos...eles adoram afiar as unhas!!







Este é quase igual ao que tenho agora. Apesar de eu ter cómodas de cada lado e não mesinhas.


Que tal, que acham?  Pelos vistos este estilo, quase vitoriano mas soft, está muito na moda, bem como o papel de parede. Adoro todos eles e vocês??

Boas decorações.

1 comentário:

Velud'arte disse...

maravilhosos... que vontade... :)