sexta-feira, 2 de março de 2012

Aproveitar gravatas


Olá, hoje estou aqui por duas vezes, e desta vez com ideias para reaproveitar gravatas.

Uma amiga pediu-me um destes dias para lhe dar ideias de reaproveitamento de gravatas, já que possui em casa dela uma bela colecção deste acessório de moda masculino, cada vez mais em desuso.

Quem não tem em casa uma verdadeira colecção de gravatas, algumas delas de muito boa qualidade, em lã ou seda natural, pintadas à mão, de belos fios tecidos manualmente??

É verdade que hoje tudo se aproveita, dos lençóis da cama, às blusas e até pijamas e Tshirts, tudo se aproveita.
Podem fazer-se tantas coisas que não fazem ideia. Sejam almofadas, pouffs, quilts, tapetes, e os restos de tecidos, as meias de collants, cortados aos pedacinhos, podem servir para  encher os pouffs, para que estes fiquem pesados  e sólidos.

Ora vejam pelas imagens o que podemos fazer, nesta caso, apenas com gratavas!


Veja esta maravilha de  almofada, toda com tecidos reciclados quer no interior, quer  na bela composição que lhe dá característica.



Gravatas estampadas e pintadas à mão, recortadas, e cosidas sobre tecido de calças de jeans reaproveitados, para um belo saco para o dia a dia ou para o fim de semana.


Chamam-se memory quilts. Podem ser apenas para nos recordarmos e guardarmos em forma de quilts, em forma única, já que não há dois iguais, de Mamaka Mills, mas podem também ser para nos recordarmos de alguém que já partiu, que não está mais entre nós e desta forma guardamos e perpetuamos a vida destas gravatas. Reparem que mesmo  as marcas das gravatas ou pequenos pormenores foram guardados para que a recordação seja maior.

Estes quilts podem também ser feitos, aliás a mesma artesã faz, com fatos, camisas, calças, usando as roupas que foram deixadas pelos que partiram e que queremos preservar na nossa memória.
Outro dia aqui colocarei outros modelos.

Esta lindíssima bolsa feita com gravatas de seda.



Um quilt ou um tapete também feito com gravatas.


Mais um saco, para vos dar belas ideias.

Ideias  de  Gena Resende, Mamaka Mills e de Zizi Santos.

Sem comentários: