quinta-feira, 16 de junho de 2016

Quase tudo se renova, mas há o que morre e há o que renasce, é a vida !

Olá meus queridos e fiéis amigos.


Não tenho vindo aqui por diferentes razões.
Recordam-se que tentei abrir uma página  no Facebook, que seria como que uma extensão  do blogue.
Não houve aceitação por parte de quem aqui vem e sinceramente tenho pouca "pachorra" para esperar calmamente sentada que os resultados apareçam. Depois, eu não  tenho verdadeiros amigos nas plataformas sociais. Tenho pessoas que conheci virtualmente, salvo um punhado de pessoas que estudaram comigo, vivem perto, são amigos, mas poucos. E muito menos pagar para ter seguidores como me chagou o Facebook. Se eu pagasse, iriam arranjar não sei quantas pessoas para eu ter lá no número de seguidores da página. nem pensar.
Isto é para eu passar um pedaço de tempo quando não me apetece fazer outras coisas. Estas duas semanas que não vim aqui, li quatro livros com mais de 300 páginas cada. E adorei. Ah, e não foram "best-sellers". São livros que por uma ou outra razão me chamam a atenção. Eu leio muito e avidamente.
Felizmente nunca perdi o espanto de aprender.

Depois e aí é que está a grande questão, é que as pessoas  são muito diferentes do que nós achamos delas sem nunca lhes termos posto os olhos em cima...Redes sociais, são verdadeiras selvas de maldade.
Quando algo interessa a alguém, logo aparecem a pedir ajuda. Quando foi  o caso  da liberalização do aborto, casamento homossexual, adopção,  casais gays terem os mesmos direitos etc....aí parece que é uma hecatombe !! Eu tenho lá alguma  coisa a ver com  a orientação sexual de a, b ou c?
Não. Costumo dizer cada um usa o que é seu, como melhor gosta. Posso aceitar e não descriminar, mas pelo mesmo motivo e direito de igualdade, eu posso pensar o que eu quiser. Mas se sou eu a pedir para se gostar de uma página, aí, já a porca torce o rabo...fingem que  não viram, não receberam convite, fazem-se caros e esquisito...pois é. É a selva e como sempre digo, uma valente fogueira de vaidades.
Acho que o que é realmente importante é sermos felizes. Essa  deveria ser a razão de viver de todos nós.

Essa gente das redes  sociais, a quem nunca vimos na maioria das vezes ao vivo e a cores, sempre desconfiam de alguém  seja porque além de dominar línguas, tem blogues, páginas, escreve, faz fotos, cozinha, lê,  é casada há mais de quatro décadas com o mesmo gajo, que até é pai dos filhos,... que ama cinema e sabe alguma coisa sobre várias coisas, que adora aprender, mas o pior de tudo, é não ser feia como uma porta, gostar de comunicar, criar, ser livre e aberta, ser capaz e sem medo de expressar os seus sentimentos e o que não está bem  e ainda por cima, sabe lidar com as novas tecnologias.
Há dias  uma pessoa disse-me " mas como emenda coisas e acrescenta e muda fotos num post??? "
As pessoas têm de aprender, não é? Custa, claro! Precisamos ler, aprender,.
Isso, meus queridos, cria muitas invejas. Desconfianças. Devo dizer-vos a bem da verdade, nunca fui de muitos amigos e o que se passa nas redes sociais, eu passei toda a vida nos empregos e com amizades.
Por isso sempre tive poucos amigos. E o meu maior amigo, vive comigo e é testemunha do que eu aqui afirmo.
Não quero mais saber de página, de seguidores, de pessoas que vêm aqui copiar, sei lá.
Sabem que há dias  me mandaram links de vários blogues, um que é a cópia do meu. Esquecem que há horas de registo, plataformas que sabem quem copia etc.
Gosto de comunicar, adoro escrever, sou criativa, mas também preciso dizer, seria incapaz de expor a minha vida e dos meus filhos ou netos ou demais família, em blogues que tudo mostram. Desde a casa onde vivem, como e onde, os filhos, tudo. Eu nunca iria vender a minha pessoa, só para ganhar uma ou outra  publicidade e viver disso.  Seria incapaz.
Aqui não há publicidade.
Odeio abrir qualquer coisa e virem não sei quantos anúncios das mais variadas coisas e quantas vezes deixei de ouvir uma música ou deixei de ler uma notícia por culpa da publicidade? Inúmeras.

Resumindo, não há mais página no Facebook, ainda lá está uma mas vai ser fechada dentro de dias.
Isto das relações humanas é coisa mesmo brava. Eliminei até os posts que tinha escrito sobre o assunto. Assunto fechado.
Abri mais um perfil no Face, onde vou colocando  os  meus desabafos aqui e noutros sítios. Mas  por agora vai ficar assim, porque assim estou calma sem o Face a chagar-me o juízo e pedir-me dinheiro, por algo que é diversão - "just for fun" !!!

Sou libriana, e como devem saber, assim como amam fácil e  levam tempo a  tomar a decisão final que logo foi tomada no coração, também têm algo que eu adoro, quando cortam  é para a eternidade.
Posso voltar a falar com a ou as pessoas em questão, que por um motivo ou outro me fizeram " sofrer", jamais olho essas com o mesmo olhar, a partir daí, coração fechado.

Este blogue já esteve inúmeras vezes para ser mudado, transformado, apagado, fechado, sei lá.
Mas ainda cá está !!!
E assim vai continuar e sabem porquê? É que ele é essencialmente para mim !!!
Recordam-se quando aqui escrevi que o crochet, a escrita, e os blogues tinham-me salvado da depressão? Pois é, não se mata o que nos salva.

Às vezes dou comigo a ler o que escrevi  há três  ou quatro anos e já nem lembrava. E é como se fosse um diário sem regras fixas.
É como a "treta" das memórias do Facebook, o "Neste dia", que gozo me dá eliminar comentários de quem já  não pertence aos "amigos" ( que termo haviam de ter arranjado....acho que o Mark Zuckerberg quando criou a plataforma, foi mesmo para os amigos dele e só mais tarde,   foi  para o  público e aí compreende-se o termo "amigos", mas  hoje eu colocaria outra coisa) ....

Amigos, será que sabem o que a palavra significa? Um amigo pode ser mais que um membro de nossa família que tantas vezes não querem saber de nós e sabe Deus o que passámos  por eles.
Um amigo, verdadeiro, podemos estar anos até sem o vermos, mas há um  elo  que nos liga,  ele é parte de nós.

Por isso, meus caros amigos, este blogue vai manter-se por mais um tempo.
Arrependi-me tanto de ter fechado outros que tive. Posso vir muito menos, mas não fecharei e virei aqui sempre dar notícias. Ou desabafar, como hoje.
Poderá haver alterações, mas por enquanto, vou centrar-me nele e na minha página no Pinterest e também no Tumblr, que mal começou. O que vou mesmo fechar, serão  as contas do Twitter. Não gosto e não recomendo.  E a conta no Google + ainda lá está, mas  é  pãozinho sem sal. É muito ao estilo Twitter e como não gosto dele, enfim...certamente irei fechar. "Segues-me, eu sigo-te"...odeio !
Para além de tudo, eu já não vou para  nova e começo a pensar o que quero ainda fazer e é tanta coisa. Como dizia Frank  Zappa,  que já é uma estrelinha, " Tantos livros e tão pouco tempo para os ler"...

E pronto,  feitos os desabafos, cá continuamos amigos como sempre, quando quiserem comentem, digam de vossa justiça e por favor, façam isso, façam um comentário com o link do vosso site.
E eu irei ver. Prometo.
Obrigada por me lerem.

Abraço forte,
Gena Resende

3 comentários:

maria clara Rosado disse...


Concordo!!!
Por vezes, as redes sociais são uma espécie de 'feira das vaidades'
onde as pessoas expõem coisas, que por vezes nem existem... É uma forma
de se sentirem famosas porque se vêem a si próprias num ecran...
São tudo escolhas. E respeitemos as de cada um, mas não nos obriguem a
ser iguais, como carneirinhos numa manada.

Abraço e bom trabalho!

irene andrade disse...

Primeira vez que venho ao teu blog e nem o conhecia mas....fiz bem e gostei de ler.Não sou muito de andar por aqui,embora pense que vale a pena e vou tentar aprender mais sobre estas "andanças"Sou tua fã ainda que pouco assídua...

somente-poesia-espiritual disse...

Ola, Gena!
Li este seu post, e nem imagina o quanto senti como se fosse eu a estar no seu lugar! Muito do que a amiga desabafa e bem, eu também tenho sentido! Há coisas que nos doem! Mas continuamos em frente! Eu nem sempre posso comentar, mas concordo com o que a Gena diz, tem muita razão! E quanto a mim, adoro ver os seus posts! São daquelas pequenas/grandes coisas que nos dão ânimo, dia após dia! Eu adoro decoração de ambientes, também já cheguei a comprar várias revistas,pelo prazer de ver ambientes bonitos, ou até mesmo, nas páginas dessas revistas, pequenos detalhes que me têm dado ideias! Se este seu bog fechar, vou ter saudades, pode ter certeza! Mas a Gena é que sabe o que deseja fazer, e os porquês! Saberei compreender, se este blog desaparecer... Seja o que fôr que a amiga decida, a vida é sua! Acima de tudo, faço votos de que seja feliz! Obrigada por este blog lindo, por todas essas partilhas tão interessantes!
Um abraço!