sexta-feira, 9 de setembro de 2016

Isto de se trabalhar em casa e se deixar ir por pequenos nadas...é um desatino.


Bom dia, uma feliz sexta-feira !! ❀◕ ‿ ◕❀  





Poderia vir aqui todos os dias e até mais de uma vez. Tenho sempre assunto e tenho sempre vários posts em rascunho.
Mas nem sempre apetece, ou se apetece, há outras prioridades. Na verdade, a rotina nem todos os dias é a mesma, é um pouco de exagero. Até porque diga-se em abono da verdade que, nem todos os dias estou sozinha, vazia de presenças humanas ao meu redor. Há dias que os momentos de solidão são muito tardios e depois já só quero  ler jornais, ler um livro tratar dos meus afazeres e os blogues ficam para trás.

Se me deixo levar pela " ambiance" que me rodeia...perco-me logo pela manhã, bem cedo...a regar as plantas, a dar de comer aos gatos, a abrir janelas e olhar para fora...a dar de comer ao peixe ( o solitário cascudo, único habitante de um aquário de 200 litros... ), depois são as notícias, o catálogo que chegou pelo correio, as revistas ( e não consigo deixar de comprar, apesar de ter centenas parecidas...), depois o ritual do café, arejar a cama, tirar a foto do dia e quando dou por isso, é quase meio dia. E estou pior!!
  

E assim se esvai  meio dia, acordada cedo, com o sol brilhando lá fora e ainda nem saí, a pobre da Tara (minha cadela) se não fosse o dono que a leva cedo antes de ir para o trabalho, estava tramada...
E pronto, vim aqui, porque isto é quase um ritual, falar-se para o além...começo a pensar que vir aqui e expor sentimentos, é quase como falar com o tão almejado "Deus"...não vejo ninguém, mas mesmo assim, entrego o que vai cá dentro....ヅ ツ ッ
E faz bem!!!
 Sempre fui desorganizada, em tudo, sou desarrumada, MAS sei onde está tudo, porque nem sei se feliz ou infelizmente, registo por memória fotográfica. Sempre funcionei com listas, com recados a mim mesma. Sou super distraída. E se passar por alguém e não cumprimente, não é má educação, é que sou muito distraída mesmo e ando quase sempre pensando em algo.
Não sei como é convosco, mas eu necessito como ar para respirar dos meus silêncios e solidões.
Sempre assim fui.  Mesmo mais nova sempre organizava a vida para andar a pé até ao trabalho.
Os 25 minutos  do percurso de comboio até Lisboa, eram preciosos.
 Evitava viajar com pessoas conhecidas, porque assim me tiravam o privilégio de ir embrenhada nos meus pensamentos. Nunca ia na mesma carruagem para sempre ir sozinha.
Lia, olhava o mar lá fora, fazia  notas para não me esquecer de tratar disto ou daquilo e aqueles minutos eram preciosos.

Muitas vezes em vez de apanhar um autocarro e depois o Metro ( este só em anos recentes veio até ao comboio), ia a pé. Claro que não podia ir a pé todo o percurso, vivo a 23 quilómetros de Lisboa, mais coisa menos coisa, e tenho de ir  de comboio. ッ   Chegava cansada, mas o dia corria sempre melhor.

Na verdade, isto de se trabalhar em casa e  se deixar ir por pequenos nadas....é um desatino.


Bom dia e bom final de semana... Que seja feliz o vosso dia, porque o meu, começou sorrindo! :)

Gena






Sem comentários: