quarta-feira, 5 de abril de 2017

Estou de volta


Olá amigos.

Depois de um período sem aparecer e por razões que eu não pude evitar, cá estou de novo. Foi um mês e três ou quatro dias desde que vim aqui pela última vez.
Como evitamos que um dos nossos parta para sempre? Como podemos travar a vida para que alguém não parta??
Sabem,  sem problemas vos  digo que conheci melhor minha mãe depois de ela ter partido, do que antes e em vida.
A vida e problemas de vária ordem,  acabaram por nos afastar!  Durante  anos e apenas  de vez em quando, estávamos juntas. Durou quase quinze anos.
Agora, estávamos a aproximar-nos de novo quando a vida dela se findou.

Ela teve um companheiro que era muito ciumento e não a queria partilhar com ninguém.
Em casa que nunca foi minha, mas foi de meus irmãos,  tudo ainda está na mesma.
Ainda não consegui  tirar nada da casa.
Tenho ido buscar papelada e tenho encontrado tantas respostas a tanta pergunta que eu queria  fazer....ainda vou levar muito tempo para entregar a casa vazia....e  vou precisar de coragem para o fazer.
Infelizmente estou sozinha nesta tarefa, apenas ajudada pelo meu companheiro de vida, já que ninguém mais quer saber.
Por vezes parece que sinto a presença dela !! Cada vez que entro a porta da rua, algo há que sinto de fora do comum. Ela gostava muito da casa e findou nela. Ainda se nota que foi há pouco que saiu para não voltar.

Por  tudo isso, resolvi  arejar um pouco a minha cabeça e vir aqui. Estou precisada como se costuma dizer, como pão para a boca.


Desejo a todos sem excepção, uma feliz quinta-feira!

Sem comentários: