sexta-feira, 5 de julho de 2013

Crochets mas não só


Tire partido do tempo em que assiste a um filme ou série na TV. Coloque um candeeiro de leitura perto do seu assento e faça coisas. Quando chegar ao Natal, terá uma boa parte das suas prendas feitas por si, e sem andar numa correria pelas lojas e a gastar  o que lhe faz falta para outras coisas. Hoje temos de pensar diferente..não tenha dúvida que os tempos não voltam para trás..

Pequenas lembranças, em ano de crise ninguém estará à espera de grandes prendas de Natal. Noutros anos anteriores, nesta altura já os supermercados começavam com as bebidas e caixas de chocolate. Bem sei que este ano o clima está muito mais quente, já que o Verão se deslocou Outono dentro, acredito que Setembro e este início de Outubro estão melhores do que alguns dias de Agosto e até Julho.

Mas dizia, que muita gente, em anos anteriores, já andava numa azáfama a comprar chocolates e a aproveitar as primeiras coisas, muitas vezes mais bem feitas e bonitas, para ir comprando as famosas prendas.
Talvez tenha sido preciso uma crise destas proporções para que as pessoas voltem a "ver" e a "sentir" o Natal, como ele deve ser vivido. Uma troca de lembranças e a vivência em família e não uma loucura de consumismo de mil e uma coisas inúteis que depois de dois ou três dias de brincadeira ou uso, se colocam num qualquer canto e assim ficam, ad eternum (para sempre).

O que acha das minha sugestões ?

Tapete ou manta para as costas do sofá  ou para a cama de um adolescente. Num quarto, se utilizar como tapete, não esqueça de comprar tela anti derrapante para coser ao tapete e assim lhe dar uma maior espessura. Também desse modo não se irá enrrugar com tanta facilidade.

Uma bela manta que pode utilizar numa cama, num sofá, em qualquer lado ela ficará bem. Se a fizer para ofecrecer, por exemplo ao seu filho, vai ver que ele irá adorar. Os jovens adoram as coisas que fazem lembrar os nossos avós. Pode andar consigo com uns novelinhos de lã e possívelmente na pausa do almoço ou no tempo dos transportes para casa, ao final do dia de trabalho, consegue fazer um quadradinho.

Borboletas e letras recortadas, em tecidos coloridos e os estiletes das borboletas bordados. Linda esta almofada. Quiem não adoraria receber uma destas. Há um post meu anterior, onde coloquei os moldes das borboletas, para fazer em papel, e enfeitar as paredes. Creio que o post se chama decorar paredes.

Almofadas lindas, estas da Emma Lamb são lindas, em tons de azul e amarelo.


Neste tem também uma guirlanda em florinhas de crochet.


Mais uma almofada, esta Gena Shop não é minha  mas tem o mesmo nome. Ainda não fui ver quem é.
De qualquer modo, muito bonitas e frescas esta almofadas. Particularmente para quartos de crianças pequenas ou bebés.




Um lindo casaquinho, em tricot pata colocar sobre uma camisa ou sobre uma gola alta...bonito, não é verdade.


Uma belíssima mantinha. Adoro esta mantinha. Fresca e fofa.


Também esta é bonita. Noutros tons um pouco mais vivos do que a anterior.


E esta???? Para o sofá de alguém a quem amamos muito. Uma filha que casou, um filho, lembrem-se é uma boa ideia até para recordação de um baptizado ou casamento.


Um agulheiro em ponto de cruz, para oferecer à avó ou à mãe, tia ou filha, que façam muitos trabalhos.


Lindo este conjunto para a sua cama, ou de um filhote. Para o quarto de visitas ou para uma criança que não tem prendas.


A frente e o verso destas lindas almofadas.



Uma mantinha toda feita em ponto baixo.


Tapetes de trapinho transformados em almofadões para colocar no chão dos quartos. Assim os amigos podem conviver sem desarrumar e de modo mais informal.

Mais ideias, muitas ideias.

Espero que gostem das ideias e se acharem que estou a exagerar, digam-me. Adoro quando me escrevem.

Um bom dia para vocês. Agora passarei a ser mais assídua. De qualquer modo quero dizer-vos que irei mudar um pouco o blog. Passarei a dar uma ideia, por post e não muitas ideias.

Ideias originais, Gena Resende, Emma Lamb, Crochet.TV, Sarah Youde, Purlbee, Lotus House.typepad, Go Crochet e GenaShop.

Sem comentários: