domingo, 15 de fevereiro de 2015

Cozinhas para todos os gostos

Olá amigos, boa tarde !

Espero que o fim de semana tenha sido de paz e proveitoso para o vosso descanso.

Hoje trago-vos ideias para cozinhas.
E, porque não há decorações erradas, ideias que podemos adaptar para qualquer tipo de cozinhas.

Salvo crédito nas  imagens  aqui partilhada, as fotos  são do site Pinterest.



Uma das razões porque acho que a crise que avassalou o mundo económico valeu a pena, é que  as pessoas deixaram de ser compulsivas a comprar. Adquirir novo, tantas vezes pior só porque é novo, em vez de mudar, pintar, reciclar o que têm em casa, tantas vezes de muito melhor qualidade.



 Hoje tudo é permitido numa cozinha. Desde painéis de azulejos dispares para criar novas composições, como paredes pintadas,  azulejos e móveis pintados, como paredes de azulejos cobertas por cimento, madeira, lambrim, placas de metal, pastilhas etc.




 O que verdadeiramente está na moda é o que se tem e amar e preservar o que temos. Que importa se as cadeiras não são iguais e como se diz, não casam??? Tantas vezes temos  cadeiras que se herdámos, ou que alguém nos deu ou que adquirimos em feiras de antiguidades e velharias....



Impensável há uns anos ter um chão assim. Haveria de haver alguém que dizia : "compraram os azulejos no refugo" "fim de colecção", não houve dinheiro para mais"....etc etc etc ....mas afinal, uma composição destas faz-nos recordar pinturas de  Vieira da Silva ou  outros pintores seus contemporâneos.  
E aí é que está, segundo a minha muito própria perspectiva, a questão é que  as pessoas são mais educadas, mais cultas e sabem que o que é  diferente,  é sempre mais bonito do que o conceito até há pouco incutido às pessoas, para que consumissem e comprassem padronizado. Para comprar e deitar fora. Isso não volta mais.



 Uma mesa feita de tábuas. Unidas por duas travessas  e com  quatro pés que se compram avulso.


E afinal as mesas e as cozinhas das nossas avós e nossas mães, que trazem as nossas recordações de infância, são sempre as mais bonitas.

Já aqui escrevi sobre alguns decoradores que gosto, uma delas a Ana Antunes. Adoro quase tudo o que faz, adoro as cozinhas, na sua estrutura. Lamento que torne a cozinha um espaço que não é para comer e viver em família, para cozinhar, mas sim uma mostra de bibelots e artefactos que apenas servem para criar uma foto bonita, mas nada mais. Ora para mim, os espaços têm de ser vividos. Que interessa ter um espaço todo alinhado, seguindo as regras da decoração estabelecidas tantas vezes por mentes bem quadradas, se esse espaço não traz  harmonia, vontade de criar, de cozer pão, de estar coa família e cozinhar...porque cozinhar é um acto de amor. Logo, o espaço onde cozinha, tem de ser simples, funcional, luminoso e confortável.


Em minha casa de solteira havia um espaço destes, a copa. Quem não tem, pode sempre adaptar o conceito a uma canto da cozinha. Onde se pode e deve tomar o pequeno almoço em família e sentado.  

Já aqui falei que tenho família grande e quando os meus filhos viviam comigo, cheguei durante anos, a deixar a mesa do pequeno almoço pronta, à noite, para todos comermos juntos e sentados, nem que fosse por dez minutos.  Nós nunca sabemos se vai ser a última refeição que tomamos juntos. E tantas vezes, colegas que os esperavam  na porta de casa, subiam e comiam connosco. Recordo do reparo de dois ou três, que se surpreendiam porque a família estava reunida a comer, o pequeno almoço às sete da manhã.
Ainda hoje meus filhos recordam tal como eu. Recomendo. As tais memórias que ficam  para a vida.



Adoro esta ideia...ter uma janela para ter as ervas de cheiro.Gosto da ideia.

E aqui o site onde pode ver como pintar os móveis da cozinha.... A diferença, para melhor. Cansou, pinta de novo.




 
Espaços criativos que nos inspiram.

 
Por mais antiga que seja a sua cozinha, há sempre um jeito de lhe dar um ar mais actual.


Como armazenar as coisas, arrumar e guardar para termos o que necessitamos em casa.



 Outra ideia que gostei e aqui partilho. Só esta luz vale tudo.


 E os espaços das despensas.

 



Cozinhas para viver e cozinhar, comer e partilhar.


 
Por mais exíguo que seja o espaço, pode sempre surpreender pela positiva, se soubermos  do pouco, fazer muito. 


E gostar do antigo, com outra cor, mas sempre belo.


E porque não comprar azulejos para colocarmos, e criar um painel lindo. Já repararam que na maioria dos casos muitos dos móveis superiores, são transformados em prateleiras com as loiças à vista.
Nem todos podemos ter as ditas prateleiras, mas se não quiser colocar os pratos e tigelas, coloque os tachos, caçarolas, pequenos electrodomésticos etc  etc.  Tudo fica bem quando feito com amor e paixão. A cozinha é um espaço de família, para criar com amor, o nosso alimento. Pensem nisso e amem as vossas cozinhas.

Algumas bem antigas e lindíssimas. Espero que gostem e se sintam inspirad@s. Eu adorei partilhar convosco.

Grata pela vossa visita e uma boa semana.
Abraço

Sem comentários: