quarta-feira, 13 de julho de 2016

Memórias e razões


Olá,

Estou cansada de escrever  sobre as redes sociais e de como eles mexem com a vida das pessoas.
99% das vezes para pior.
As pessoas acreditam em quem está do outro lado e julgam que estão acompanhadas e apenas o estão na solidão.
Redes sociais são solidão, tristeza, isolamento e muito pior, são perigo, alienação.
Ainda hoje quase fui atropelada por uma maluca que seguia ao volante e a ler as mensagens ....ao ponto que chegaram as pessoas. Acreditam que aquele pequeno calhau lhes  vai trazer felicidade.
Mas não, ele só traz angústia. Porque aquela pessoa que tanto esperamos nos ligue, esqueceu de nós.
Os filhos que não ligam mais, têm a vida deles.

Se temos alguém na nossa vida, seja há pouco ou há muitos anos como é o meu caso, que no dia 31 deste mês completo quatro décadas e meia de casamento....coisa rara me dizem um montão de vezes, acabamos por vezes por tornarmos-nos egoístas e tentar preservar esse bem a todo o custo e acabamos por nos afastar de outras pessoas. 
Noutros casos, são as exigências, o controle e muitas vezes a quase não liberdade. Por isso pode ser perigoso.





Pensei muito e várias vezes fechar este blogue a exemplo de outros que tive e que depois me arrependi de ter apagado.

Tenham ou não muitas visitas, um blogue é sempre um pedacinho de nós.  É um registo. São memórias, momentos .
Não gosto dos blogues de moda, que estão aí na berra, onde até ganham muito dinheiro e e se convencem que são figuras públicas. 
Onde pouco falta para sabermos tudo da vida das pessoas e onde se expõe vidas até de crianças que são inocentes e que estão em todo o lado, fotos partilhadas por tanta gente. Não concordo, não posso concordar!!! Não acho  bem. Nenhum pai ou mãe tem o direito de catapultar uma criança ou várias para um mundo que é cruel e de onde nunca mais poderão sair- a internet.
O que se coloca, fica para sempre.  É como o que escrevemos ou comentamos no Facebook, tudo é gravado e registado, até no Messenger, no chat, nos comentários. Em casos e dúvidas, a rede social facilita tudo a quem investiga. Podemos apagar, mas está lá tudo.

Já no meu caso e como estou quase na meia idade,  quero preservar memórias, fotos, gostos. Tenho medo de um dia esquecer. É das poucas coisas de que tenho medo.
Só gosto de aqui colocar o que eu gosto. 
Não é exactamente o mesmo,  colocar-se a foto do cachorro ou do gato e mostrarmos a casa, o nosso modo de vida, os nossos filhos e maridos etc. 
Mas, como em tudo na vida, cada um sabe de si. Sempre ouvi dizer que, menos é mais.

Daí que o blogue, mesmo que eu deixe de aqui vir, ou veja muito menos, vai estar aqui. Sempre.

Recordo que há vários nestas condições, um deles e um amigo que desapareceu,   foi o   Flavio Zaninelli do http://home-boxer.blogspot.pt/ ( Casa Coisas & Tal). Desde 2011 que não está mais lá. Ficaram as memórias, é isso que quero também.  Infelizmente ele faleceu, paz a ele  
( http://jdsrevestimentos.blogspot.pt/2012/01/luto.html ).
Mas há muitos outros exemplos. Há também quem feche e apague tudo. Adorava um blogue da Zuzu, que se chamava A Cottage in the Woods. Fechou, hoje existe outro. Mas o primeiro, ou anterior, desapareceu.

Este também vai ficar, mesmo que venha pouco ou menos ou deixe de vir.

Uma noite tranquila a todos e cá vou estando, escrevendo, mostrando, tentando inspirar, comunicar.
Ficar para memória futura.

Um abarço forte 

Gena


Sem comentários: