quarta-feira, 24 de abril de 2013

Reutilizar sempre porque o vintage está na moda






Do velho se faz novo. Na passada semana estive com uma amiga que  tinha uma séria de camisolas que tinham encolhido e não sabia o que fazer-lhes. Tinha também uma série de Tshirts e outras camisas, do marido e dela, para dar ou deitar num contentor de roupa. Mas entre estas estavam algumas que combinavam. 








Com restos de tecido pode fazer uns bonecos para colar na parede dos quartos dos mais pequenos.









   Umas almofadas que tenha, e de que já está farta/o, compra pedaços de feltro, em diferentes tons e faz flores, gatos, pombas, pássaros, corações, etc e cose à mão... porque o feltro cose-se à mão, embora também possa ser cosido à máquina.





Quadrados de tecido cosidos a colchas.

Mais umas quantas ideias para vos fazer aguçar a vontade de se porem a bricolar.

Estive lendo blogs de pessoas muito criativas, uma delas a Constança Cabral que é uma designer portuguesa a viver na Nova Zelândia e que fez um quilt (colcha) com bocados de camisas. Lembrei-me de dizer à minha colega que fizesse almofadas, com os tecidos das camisolas e cujos forros fossem feitos com os tecidos de T-shirts.
Ainda não sei do resultado mas sei que anda entretida a costurar as minhas ideias e parece que está a sair-se muito bem.



camisas viram almofadas para a sala ou outro local

Outra almofada vulgar à qual foram cosidos elementos em feltro.

Dois tecidos, fita de cetim e eis uma almofada que vai fazer a inveja das amigas.


Aproveitamento de Tshirts ou camisolas.


 Mais aproveitamentos de retalhos, colados ao abajour com cola de tecido.



Uns jeans viram um bom Pouff


Mais camisas e blusas, um lencol que se rasgou e tem material para fazer estas almofadas.


Boas ideias para aproveitar tecidos de camisas ou blusa que já estamos fartos ou se rasgou num sítio.
Daqui podemos tirar ideias para fazer as nossas próprias. Estas foram ideias que me enviou a minha amiga, porque andou a pesquisar na net. Há muitas mais. Em forma de letras, com um gato desenhado noutro tecido, aos quadradinhos em diferentes tecidos. Podem ser feitas à mão. Estou farta de cozer à mão até ficar quase com um buraco no dedo... não consigo habituar-me ao dedal. Há mais ou menos um ano atrás comprei uma máquina. Custou-me cerca de cem euros. E trabalha bem. Já fiz tantas coisas com ela que já pagou o preço. Que tal, dei-lhe vontade de de tornar fazer coisas para sua casa? 

Créditos de tudo quanto é móveis restaurados, Lenisa, Creategirl, das almofadas google images.

Sem comentários: