sábado, 3 de agosto de 2013

Ideias para nos inspirarmos

 Reformulação de uma  ideia de  finais de  2011, que aproveitei e está  muito actual.

Ideias criativas que fazem toda a diferença. Veja a seguir como se pode tirar partido de algumas condicionantes de espaço e de resolver problemas com outras. E ainda de fazer coisas para criar, com pouco ou quase nada e dar um novo ar à nossa casa ou fazer algo útil com um objecto que teria como destino, o lixo. Desperte o/a criadora que há em si, todos nós temos imensas ideias, por vezes sentimos constrangimento em concretizá-las e muitas vezes por vergonha e falta de força. Não ligue ao que lhe dizem, concretize o que quer, tente tantas vezes quantas quiser, verá que o "artista" sai de dentro de si.
 Mesmo que sejam os seus filhos ou marido a desdenhar do que faz, não deixe de criar, quem tem o dom de criar, é sempre superior aos outros. Mesmo criando coisas que os outros consideram de ninharias ou porcarias... vá em frente e afirme-se enquanto pessoa, tenha confiança no que faz e acredite que criar é também uma dádiva.

Veja como este plano inclinado do vão de escada foi aproveitado e de forma magnifica.



E este vão de janela, numa sala minúscula,  para criar mais lugares,  por outro lado, arranjou-se um lugar lindo para se ler. Se for como eu, adoro ler a ouvir música, de preferência sem ninguém por perto porque tenho de ter uma envolvência natural e sossego, e a olhar o "lá fora" aquilo que foi criado por forças cósmicas divinas.



Um local possivelmente com falta de arrumação, e com um lugar óptimo para colocar uma enorme estante, que em vez de livros tem inúmeras caixas a encher as suas prateleiras, todas com as etiquetas e onde se colocam as coisas que queremos arrumadas, mas que precisamos de saber onde estão. Uma meia palete transformada em mesa de apoio, com um vidro a servir de tampo (reflecte a luz e é bom para se limpar), onde se guardaram as revistas e outras coisas que queremos também à mão, mas arrumados. A outra meia palete deu para fazer um banco estofado para o vão de janela. Isto é criatividade e não só, espírito empreendedor, já que se alia a estética dos novos conceitos de economia, decoração e vivência, com a produção,  na ideia do "faça você mesmo".



Mistura de estilos, e uma parede que ganhou destaque pela aplicação de papel às riscas, em tons suaves.


Espaços abertos quando se quer, separados quando precisamos recato ou a refeição terminou. As portas deslizantes são de longe a melhor maneira de se fazer a separação de espaços porque são extremamente estéticas e não ocupam lugar. A combinação do vermelho e do púrpura, dá paixão, ambiente quente e acolhedor.



Um escritório com prateleiras corridas num tom quente, uma secretária com cadeira  e em frente um cadeirão, para receber visitas ou parceiros de negócios, mas que dá para ler, sossegado e em paz, olhando a janela em frente.
As prateleiras cercam a janela e trespassam a altura comum das estantes e prolongam-se até ao tecto, criando um ar de continuidade e plena arrumação. Para além disso o iluminação desta prateleiras, dando destaque a livros e objectos, cria um a atmosfera única, linda e aconchegante.
Este escritório é de Graça Viterbo, a criadora e decoradora que muito admiro.





Recordações de viagens! Quando passeamos, viajamos, vamos à praia, passar um fim de semana, visitar outro país, quem não traz quinquilharia, as chamadas pequenas recordações, que também os amigos nos trazem quando viajam. Uma bela maneira, para que não andem espalhados pela casa, é colocar esses pequenos objectos em frascos grandes de vidro e assim estão sempre expostos, mas arrumados.





Numa cozinha expor pratos que já são filhos únicos... os outros já se partiram ao longo das nossas vidas, e assim ao olharmos, vamos recordando desses pequenos pormenores que tanta importância têm, apresar de haver quem diga que não devemos pensar no passado. Somos hoje o que vivemos antes, ou não? Faça uma guirlanda com ou o número de pessoas da família por cada coração de feltro ou de crochet,  ou o número de anos que está casado/a...ou sozinho/a,  um coração por cada ano e a cor correspondente, se foi um ano de dor, tristeza, paixão, amor, serenidade.. que tal?
Este é numa cozinha de campo, com uma velha mesinha com uma patine bem antiga, mas pode transpor a ideia para outro local, ou não?



Não tem quadros nem fotografias ou outros objectos para colocar numa parede, crie uma espécie de um quadro com retalhos de papel ou tecido, e crie a sua expressão para aquele canto, um patchwork de ideias.
Veja a ideia de se expor uma colecção de bules, à janela... em minha casa não poderia ser, por causa dos meus gatos. No final de uma hora estariam os bules em cacos...




Exponha colecções que faz, de forma continuada e não um objecto aqui e outro ali, mas cuidado, se forem de vidro e tiver gatos...



Mais ideias para expor colecções, num local, pratas, frascos e garrafias de cristal, caixinhas, etc.
Para além disso, um cartaz de um "costureiro de sapatos" Bally é um dos maiores criadores de sapatos, não sei se é suíço ou francês, utilizou-se um  cartaz antigo, possivelmente comprado numa feira de velharias, para fazer um belíssimo quadro. Viu? Ideias...





Faça quadros, tenho vindo a explicar como desde o início deste blog, com folhas pintadas que se imprimem numa tela, com retalhos, com folhas secas, com recortes de borboletas de papel ... e exponha as suas obras numa parede. Conseguiu fazer um avental, ou outra qualquer coisa...porque não expô-la?? Numa sala onde trabalha ou num escritório, numa das paredes da cozinha... a criação é sua, porque espera.
Nunca se envergonhe do que cria, quem critica nunca fez nada na vida!





Aproveite garrafas bonitas para usar como jarras, desse modo não só estará a poupar, como a reutilizar.



Se está apaixonada, faça um lindo quadro com retalhos de pano ou papel, com a palavra LOVE, eu poria AMOR, ou AMOUR, que está mesmo a ver-se o formato da boca quando se beija, que acho muito mais linda, a nossa é a mais linda de todas. Vai de acordo aos movimentos dos lábios quando se quer dar um beijo, veja se não é.
Veja só o constaste entre um ambiente rústico e uma quadro feito por si, na linha do ultra moderno e um conjunto de mesa também ele moderno. Chão de tábua corrida, alvura de paredes, rusticidade e moderno, casam bem.




Já aqui dei esta ideia, usar os naperons ou forrar um franco a crochet e usá-lo como porta velas. Das pequenas, tea-light. Desse modo evita dissabores e o vidro não estala. O atilho preso com um botão. Original, e o botão e algo que fecha o que quisermos, símbolo de muita coisa... fechou-se um sonho, uma ideia, ...



Ama a natureza, tanto como eu? Crie comedouros de pássaros, com as garrafas vazias e coloque-os no jardim, preso ao beiral da sua varanda, etc. Este feito com fios, um pratinho de um vaso e uma garrafa pet.



Mais uma vez as folhas secas, que se apanham em qualquer lugar, a partir desta altura já há muitas... o Outono já vem a caminho! Recolha-as e lave-as e crie coisas ( os quadros das borboletas de um post anterior) ou um painel para o seu quarto, quer ver?

Boa ideia para quem não tem quadros ou outros objectos.


Tem um malão destes que herdou da sua avó? ou comprou, ou foi o do seu enxoval, transforme-o. Como um pequeno roupeiro, colocando um varão, ou para guardar os seus trabalhos, lãs etc. Assim tudo estará no lugar. Coloca-o horizontalmente e com uma almofada corrida e mais duas pequenas sobre este e aí tem um pequeno sofá. Lá dentro os tesouros guardados.



Crie algo semelhante para si ou para oferecer. Requer paciência. Fazer os pássaros em pano e enchê-los com algodão, depois ata-los aos pauzinhos que arranjou no jardim ou no seu passeio... passear faz bem, para encontrarmos as ideias.
Pode também fazer estes em papel maché... pasta de  papel ( no google encontra a receita)  e mãos à obra. Os pauzinhos são unidos com fio de pesca forte.





Mais ideias de comedouros para alimentar os passarinhos que nem sempre encontram alimento e que queremos vivos e a cantar para nós... pode ser usado este sistema numa gaiola gigante e ainda mais facilmente substituível... já que é feito  de uma pacote de sumo.


Bom até para quem tem um ou dois passarinhos à solta, numa varanda fechada, das que se colocam redes mosquiteiras, um bom comedouro feito de garrafa  pet... pode também colocar na varanda, no quintal, etc. os passarinhos agradecem. Este é suspenso com um cordel que passa entre dois furos, no topo da garrafa.


Frascos e garrafas reaproveitados como solitários. Colocados numa bela bandeja, veja o efeito.


Frascos com pérolas de vidro (encontra nas casas de vidro e nas de decoração e armazéns etc), água e velas flutuantes. Uns atilhos a fazer lacinhos e aqui tem uns lindíssimos porta velas... reciclados e mais bonitos do que muitos que se vendem por aí, estes criados por si! Pode substituir os atilhos, por fita de veludo, corda feita com crochet e com uma flor na ponta, fita de seda, apenas uma tira de tecido colorido a dar um lacinho, cordel e dois botões, sei lá milhares de ideias que me vêm à cabeça. Pense que elas surgem . etc.
Ideias desire to inspire, House of Turquoise, decorate de future, anacrafts, armellehabib e outros de reprodução já usados neste e noutro blog. Não estão necessáriamente por ordem.

Sem comentários: