domingo, 11 de agosto de 2013

Sonhar com ambientes exóticos

Tenho grande fetiche com ambientes exóticos, com organzas esvoaçantes, dosseis, camas baixas, panos coloridos, mesinhas de cobre gravado...ambientes que nos fazem lembrar as mil e uma noites, as paisagens indianas, marroquinas, enfim, tudo o que é exótico.
Todo o ambiente dos safaris...tudo desperta em mim vontade de partir à aventura.
Viajar é das melhores coisas do mundo. Ainda gostaria um dia de visitar Machu Picchu, a cidade perdida dos Incas. Também gostaria de viajar de comboio, naquelas viagens do Expresso do Oriente. H
á quem não goste de viajar de comboio, eu adoro. Vê-se tudo  melhor. Se vamos por auto-estrada, não se vê nada, porque passamos ao lado das coisas belas. De avião idem, para além disso, faz-me medo. Sempre tive medo de viajar de avião. Ainda não fui ao Brasil porque são imensas horas e morro de medo.

Voltando ao exotismo, imagens lindas de ambientes exóticos e étnicos.


Entramos na casa, onde os espaços são abertos e simples, com muito branco, paredes caiadas, para que o calor não entre. Muito barro no chão em tijoleira artesanal.


Cestos e tapetes de trapos, característicos dos climas mediterrânicos, até em Portugal é tradição.


Almofadas com arabescos.


Ambientes austeros e simples onde o branco é rei.


Também o azul da china é constante nos climas quentes. Reparem nas colecções de cabeças de deuses e os tamboretes também de louça. Tudo num misterioso azul e almofadas com arabescos labirinticos em branco e preto.



E os rosas, que são tal como o anil, fruto de pigmentos naturais, de plantas e flores.



Ambientes coloridos onde o tomar chá é uma tradição e um momento de se refrescar. Como sabem as bebidas mornas afastam o calor, não são as frias.

Mais espaços abertos e pequenos móveis de apoio criando o exotismo do lugar.



Azulejos tradicionais, revestem chão e muitas vezes as paredes.


Um tronco como mesa de apoio. O amarelo ocre também fruto de pigmentos naturais.


Austeridade e funcionalidade.


As lanternas que dão o toque mais exótico. Bem como os panos pelas paredes.


Cenários de sonho, que sem querer construímos nas nossas cabeças.


Este mais Africano e étnico, os sacos de café usados para forrar a cabeceira. Tecidos coloridos.


Mais uma cabeceira forrada de serapilheira dos sacos de café.


mais panos com estampagens lindas e tradicionais.



E

Estilo,  mesmo em África, uma cadeira de relax, ultra moderna.



Os pátios, onde se conversa e come em conjunto, sentado no chão, ao entardecer.


Muitos metais trabalhados, lindíssimos.


Panos e árvores em vasos, dão frescura aos ambientes.


Utensílios de cozinha e para o culto do chá.

Panos coloridos, tapetes e espaço.


Os famosos azulejos e as torneiras em cobre.



Espero que tenham gostado das sugestões.  Tenham um bom dia!!

As ideias originais destas imagens são da Elle Decor, Terred'ylan, Katherinne Rally e Home Sense

Sem comentários: