segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Decorações simples e despretensiosas

Hoje não há um tema definido, apenas decorações simples e sem pretensões, casas de gente comum, que não vive com luxos. O luxo, meus queridos, é o que mais podemos afastar de nossas vidas, já que apenas precisamos do bem estar e conforto suficiente e a nossa paz de espírito e bem estar social. O rico nunca é mais feliz do que nós, eventualmente poderá viajar mais, mas a frequência com que o faz, tira-lhe a surpresa e a novidade, que aos outros dá uma visita aqui e ali, de vez em quando. E esse "espanto" pela novidade é que é uma felicidade!


Móveis que eram escuros e que foram recuperados, com uma pintura em mate, cinza pérola.

Sala despretensiosa, para climas quentes ou casas de férias. Os sofás são em folha de bananeira.

Uma sala de jantar ou área de refeições em salas comuns, simples e que no entanto é muito elegante.
Vejam a parede lateral pintada de uma cor neutra-terra, que combina com o tampo da mesa.  
Decoração simples e confortável, onde tem tudo o necessário, sem preciosismos ou algo "demais".

Uma salinha de refeições, perto da luz da janela, toda em cores marfim mas com uma parede da sala forrada a papel em tons pastel. E esse papel combinado com a luz que entra por ali dentro e os brancos, é que dá a luminosidade, a beleza a esta salinha tão simples.

Mais uma do estilo da anterior, mas onde as cadeiras e a mesa foram recuperadas e patinadas.
Como vê pode recuperar móveis antigos que tenha em casa, dá trabalho, ai isso dá, mas veja o resultado, mais pelo menos dez a quinze anos sem cansar, porque este tipo de patine não cansa e fica bem com tudo, até com frasquinhos de sumo e iogurtes a servir de  jarras.

Mais uma mesa perto da janela...não esqueça, as mesas de refeição numa sala comum ou num living, nunca devem ficar perto da entrada da sala, porque aí deve estar a zona de estar. A zona de comer, deve ficar sempre perto da janela, varanda ou no outro lado da sala. Se não tiver luz nesse lado, coloque candeeiro de vidrinhos no tecto, candeeiro de chão e apliques. Para dar luz e beleza quando estiver a degustar a sua refeição.
Pessoalmente gosto de comer na cozinha, e só quando tenho visitas ou a família reunida, comemos na sala. É muito mais prático.

Veja esta salinha minúscula, deve ter aí uns 8 ou 9 metros quadrados, e como ficou linda.
O essencial, um sofá que dá para duas a três pessoas, uma banquete  e um sofá individual. O suficiente para quatro pessoas num pequeno apartamento.
Sei que no Brasil as casas são enormes, ou pelo menos é a ideia que temos pelas novelas e reportagens.
Em Portugal, uma casa com três quartos anda entre os 85m2 e os 130m2...consoante o preço e se é nova ou antiga. As mais antigas são geralmente mais pequeninas.
Mas por essa Europa fora, e nas cidades inglesas e americanas, porque são s´´itios que conheço, as casas são pequenas. Em França por exemplo os quartos são minúsculos, geralmente só o quarto principal é um pouco maior, mas há casas de quatro assoalhadas, sala e três quartos com 65 e 70 m2...mínimas.
Porque quanto maior for a casa mais cara é...

Decoração muito fresca para quem vive no campo ou praia, pelo formato da casa, em estilo cottage, em madeira. Também aqui a vitrina foi pintada do mesmo verdinho para combinar com os sofás...quando se cansar muda para azulinho ou branco. E muda as cobertas dos sofás.

Mais uma salinha de refeições, muito simples e elegante, apenas com o acessório do carrinho das bebidas ao canto. Também esta divisão terá aí uns sete metros quadrados. Como podem ver, podemos criar zonas lindas e acolhedoras, mesmo em espaços pequenos.

Outra salinha pequenina numa casa antiga reformada. O cinza azulado e o branco, a combinarem tão bem.

Sala escritório com a salamandra junto das janelas. Espaço de arrumação nas estantes brancas e muita simplicidade.

;Mais uma salinha, esta um pouco maior e mais clássica. Reparem na toalha sobre a mesa, ultra moderna em bolinhas /puás,brancos sobre tecido fucsia, que dá à sala imediatamente um ar menos pretensioso apesar dos móveis clássicos.

Salinha moderna, com luz e sofás modernos, onde um bocado de um tronco de árvore foi aproveitada para servir de mesa de apoio.

Candeeiros que adoro, são feitos de escamas de peixes tropicais, tratadas e que quando passamos abanam e fazem um barulhinho como se fosse um espanta espíritos. Adoro este estilo de artesanato.

Uma salinha de trabalho de alguém que pinta, alegre, pequena e muito funcional.
Sofás em madeira apenas com almofadas coloridas e de chita. Gostam de chita? Eu adoro, faz-me lembrar os tempos de infância em casa da minha avó.

Mais uma salinha pequena, combinando cortinados e sofás, em desenhos diferentes mas nas mesmas cores.
Mais uma vez absolutamente simples.

Salinha simples numa casa antiga, com tudo recuperado.

Área de refeições numa cozinha, quanto a mim muito importante já que se torna muito mais pratico para o dia a dia.

Coisas anos 50 do século passado, recuperadas e vejam que beleza ficam. Gosto muito destes móveis e até dos pernas de palito.



Maia uma ideia para aproveitar todos os espacinhos, uma mesas antiga recuperada e um vão de janela também tornado útil.


E para terminar, esta moderna sala onde se combinam cores fortes e por esse facto cortinados e paredes ficaram em branco.

Espero que gostem das ideias que vos trouxe, temos de pensar simples, para pensarmos sustentável e ecológico. Tudo quanto seja para podermos recuperar é bom.

Imagens de reprodução de revistas  e de Micasa, Coastal living, Schoner Whonen, House of Turquoise.

Sem comentários: