quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

Afinal o que se usa como louça de casa??

Sabem que o que está mais na moda em termos de louça é tudo muito kitsch ( há quem lhe chame cafona...ou provinciano, ou "demasiado"...porque mistura inúmeras estampagens, texturas, cores, épocas).
E eu adoro esse estilo, das antigas casas de campo inglesas, com mil e um floreados, flores no papel de parede, com os quadrados dos diferentes tipos de riscas e xadrez, dos estofos, cortinados, com chão vitoriano em azulejos pretos e brancos, colocados em viés, enfim, estão a ver a imagem?




Pois é, em termos de louças, tudo é permitido, tal como na moda e na decoração, hoje usa-se tudo, literalmente tudo. Por isso se já não tem um serviço completo, não se aflija, pode usar dois ou três ou mais misturados. Tudo isso porque quem faz as modas são os jovens ou outros muito influentes. A grande maioria dos jovens nem se preocupa com o que é material, ou seja, com o dinheiro, preocupam-se em divertir-se, viver, curtir, amar, viajar, enfim, aquilo que, aqueles que já têm muitas responsabilidades, se esquecem de fazer.









Ora os jovens vivem hoje com muito pouco dinheiro, as roupas que vestem são muitas vezes de reciclagem ou de grandes superfícies comerciais que comercializam às toneladas, estilo Berschas e Zaras, H&M e outra que tais. No que respeita ao lar, instalou-se na cabeça deles, felizmente, a reciclagem, o re-usar de coisas, o reformar, a pintura de móveis antigos e mesmo velhos que eles sabiamente reformam em coisas espantosas. É daí que surge este movimento a que aderi de alma e coração, apesar de ter o dobro da idade deles...porque esse movimento diz muito comigo, com sustentabilidade, ecologia, coisas que defendo há anos e anos.



Os jovens compram nos mercados de roupa em segunda mão, (flea market), lojas de caridade, (estas especialmente no estrangeiro, em Portugal são caríssimas!!!), em mercados de velharias etc. Por isso vão buscar as cores dos crochets, das rendas, dos babados, folhos e florzinhas etc. Esse estilo é o deles e há quem nem use nada desses floreados, são os minimalistas ou o oposto, quase barroco, mas usando moderno e muito antigo, o vintage e o reciclado misturados.











Como vê, o que está na moda é mesmo do outro século, do tempo das avós e das suas possíveis bisavós.







Móveis bem velhos, reaproveitados e que dão um cunho especial a qualquer decoração...impensável há poucos anos atrás, já que quem tivesse algo semelhante seria apelidado de várias coisas...










Não se preocupe se tem três pratos diferentes e copos idem...também os copos se usam bem antigos.

Espero que gostam das sugestões...da próxima vez que tiver um jantar de família, inove, seja moderna.

Sinceramente eu gosto e muito. Faz lembrar as casas das avós, e é uma maneira não só de  não gastar tanto, como de poder re-usar louças que de outro modo estariam condenadas a um qualquer baú no sótão

As imagens que não têm creditação na própria, foram adquiridas via everything stopsfor tea, Ecletic revisited, House of turquoise, gypsy purple home, ZsaZsa Bellagio, Emma Lamb, jadorablehome, bellacosas, Berengia e myporcellainelife.

Sem comentários: