domingo, 11 de outubro de 2015

Reciclar, recuperar, re-usar


 Boa tarde amigos. Estive duas semanas com alguma dificuldade em aceder às mensagens e colocar novas.
Muitas  estão em rascunho e irei a pouco e pouco introduzir.
Com esta foto partilhada de Pinterest.com, desejo-vos um bom final de domingo e uma semana de  alegria e felicidade.





 Agora o post em si. Um dos muitos na calha para verem a luz do blogue...:)
Várias e variadas ideias para poderem inspirar-se e quem sabe mudar algo em casa. Aqui onde moro, não é frequente haver coisas jogadas nos contentores. Hoje  já é vulgar ver pessoas que até nem precisam, aproveitar uma ou outra coisa para  experimentarem a fazer uma reforma, uma mesa para a varanda ou jardim, um porta louça, um porta malas, etc. Isto quando aparecem algumas coisas, uma palete, um cesto, um móvel partido, que possa ser recuperado....
Devido ao novo paradigma da sociedade e ao facto de estar na moda, não só a bricolagem,  mas também pensar em sustentabilidade, ter menos e ser mais feliz, reciclar, gostar de moda e móveis vintage, e também devido ao desemprego, o que aparece, "morre" como se costuma dizer. desaparece num piscar de olhos. 
E depois as coisas são recuperadas, arranjadas e vendidas em locais próprios, via internet ou até em feiras de velharias e coisas vintage.

Estas imagens são testemunho  de como se pode ter um lar bonito e funcional, ultra jovem, gastando pouco. Especialmente a pessoas que têm casas e alugam quartos, ou para as primeiras casas dos filhos, ou ainda para casas de férias e fins de semana.



Uma ideia para ter as caçarolas e frigideiras. Se não tive espaço, recorde-se que pode colocar esta palete ou parte de palete agarrada  à parede, ou seja na  vertical, e os camarões  ou escapulas, ficaram exactamente na mesma posição presos na palete, mas os utensílios ficam "pendurados" na vertical.




O tanto que se pode fazer com madeiras recicladas. Não precisam ser paletes, pode ser madeira de outros móveis.

E porque reciclar não é apenas usar madeiras de demolição, de obras  ou paletes. Uma pequeno tesouro.
Uma pequeno móvel que pode ficar em qualquer lado. Para guardar lençóis, pratos, o faqueiro, toalhas de mesa, tudo.


Bem simples de fazer em si mesma, mais difícil a estrutura de onde é suspensa esta cama de jardim.



Se tiver o espaço, e muitos sapatos e malas, esta ideia é genial.

Esta ideia é feita apenas com metade de uma palete.  Veja que pratico que fica, ter correio, revistas, catálogos tudo à mão e em perto do computador e  mesa de trabalho.


Pena tenho eu de ainda não me ter aparecido uma destas, para colocar rodízios e poder ter os vasos de plantas e deslocá-las.


Aqui a mesma mesa mas sem rodas e pintada de branco.




As rodas que suportam o cabo que é colocado nas nossas casas para termos internet, TV e telefone,pode ser recuperado. Há tempos deixaram uma num terreno perto de minha casa, mas eu fui incapaz de trazer, demasiado pesada para eu pegar....e depois quando poderia ter ajuda, já não estava lá.


Sala fantástica feita apenas com gesso cartonado e paletes, uma forma muito económica de reformar.






Estas rodas, conseguem-se arranjar nos ferros velhos, ou de outros carrinhos que estejam estragados, por exemplo. O Ikea tem umas ,mas não com este diâmetro.



Ideias para ter como móvel de apoio, onde pode colocar as revistas que compra, por tipo.


Adoraria ter uma parede destas. Gostaria mesmo até na minha cozinha. Pena que não consigo arranjar tantas paletes para cobrir uma parede tão grande.



Um armário antigo e pesado transformado em algo mais leve, com as portas e laterais fez-se as costas, já que  o móvel em si, costumam, na maioria dos casos ter umas costas de madeira bem mais fina e frágil.


Ideias, para um mesmo móvel, duas soluções bem diferentes.



Velha janela aproveitada, para suporte e prateleira.




Muitas e  boas dicas para poder recuperar, ou dar-lhe ideias para reformar o que tem.

Espero que tenham gostado e até muito breve.

Boa semana.


Todas as imagens via Picasa.web store, Revista minha casa e Pinterest.com



Sem comentários: