domingo, 29 de janeiro de 2012

Viver em casas com alma

Olá, viva!

Estamos em pleno fim de semana, por sinal bem frio,  com um sol de inverno que não aquece ninguém.
É nestes dias que apetece ficar em casa  e fazer coisas. Por exemplo, este sábado estive a reorganizar o armário da roupa de casa. E a organizar as minhas revistas e lãs...assim nem se sente tanto frio.

Mas falando de decorações...gostam de casas antigas? Eu adoro!
Já tenho aqui afirmado mais de uma vez que adoro casas antigas, com paredes enormes e com espaço para ter quadros, fotografias, estantes etc. Para além disso adoro as janelas dessas casas, geralmente com três vidros e portadas de madeira. Se vive numa casa dessas não se lamente. Essas casas têm uma história para contar, vivências.  Muitos já passaram sobre as tábuas do soalho e deixaram memórias.

Adoraria ter uma casa dessas. Custa-me muito quando passeio pelas ruas de Lisboa e verifico que tantas estão vazias de vida, ninguém as habita. Lamento que os nossos governos não invistam na sua reabilitação e deixem de ter pessoas a morar sem dignidade, quando tantas casas estão devolutas.
Para os jovens, seria muito bom que existisse uma politica de apoio, não só para a compra de casa, mas particularmente como se faz na Europa Central e do Norte, onde há o espírito de preservar o que é belo e dá-lo a utilizar a jovens estudantes ou casais que procuram habitação e têm rendimentos baixos.
Veja alguns exemplos de como usar e decorar uma casa antiga, se tem o privilégio de ter uma sua ou de família.



Reparem nos pormenores...um malão que serve para guardar mantas e almofadas, revistas etc.,  a servir de mesa de apoio.

Conjugação de materiais, e uma cadeiras em folha de bananeira seca.

Insólito, uma oliveira dentro de casa, e num quarto...se pensa que morrem, engana-se, só precisam que as regue e que de vez em quando as deixe apanhar ar, com a janela aberta...e estarem onde haja luz, bastante luz.
Esta é a almofada que é feita de uma casaco de malha, aproveitou-se a parte da carcela e dos botões. Bela ideia, não? E a garrafa que virou jarra...também já aqui mostrei noutros posts.

  Um quarto ultra feminino, que poderá ser de casal se  tiver algumas concessões masculinas ou para um casal cujo marido adore viver mergulhado em coisas femininas...

 
Um belo tecto em madeira pintada de azulinho claro.  E combinações de cores verdadeiramente fantásticas. Repare num roupeiro, que aqui serve para guardar louça e toalhas de mesa, talher, etc. que se enquadra na perfeição no ambiente.


Almofadas bordadas, com borlas e flores em cetim.



Como forrar um roupeiro ou armário de roupa, veja as caixinhas, e almofadas, tudo a condizer. Repare neste que foi forrada com tecido e uma rede de capoeira, para lhe dar um ar mais rústico/campestre. De um móvel escuro e pesado, depois de lixado e pintado, tornou-se neste belo exemplo de recuperação.


Flores, tigrezas e outros padrões que se conjugam em perfeita harmonia. Esta sala é um bom exemplo de uma casa com alma. Tem diferentes tendências, várias tonalidades e nada choca entre si, porque é uma casa vivida, com personalidade.

         Espaços modernos com móveis e acessórios, menos modernos, em coabitação perfeita.
.


Os folhos e "babados" como se diz no Brasil, estão de volta. Misturados com fitas, rendas, tules. Este sommier tem uma saia com elástico que o veste em toda a volta e torna a cama mais romântica.


Paredes enormes e de enorme pé alto, espaço e luz, grandes janelas. Espaços luminosos. Para mim estaria mais acolhedora, se tivesse um belo tapete ao centro, com pelo comprido em tons neutros ou um tapete persa.


Pelo meio mostro-lhe uma orquídea com fruto, e ideias de lavores, para fazer almofadas que combinam com a decoração. Na fotografia que tem uma flor de algodão, pode ver uma almofada de botões em tom de madeira,feita com aproveitamento de uma camisola de lã. Já  aqui falei nesses aproveitamentos, e este é um bom exemplo de como fazer. Também logo na primeira mostra um cadeirão com uma capa, feita com pano de lençol.
Temos de arriscar e experimentar, para podermos ter o nosso lar mais belo e confortável.

Ideias Nicetylivejournal
As outras almofadas, só de as ver, percebe como se podem coser.
Há uma bordada em tecido de cetim, a formar uma hortênsia, acredito que nem todas possamos ser capazes de a fazer. É linda,um luxo, mas para mãos experientes.

Sem comentários: