domingo, 21 de agosto de 2011

Ideias para decorar paredes

Quantos de nós até têm uma casa mais ou menos decorada, mas cujas paredes ou estão vazias, brancas, sem nada ou mal decoradas, como eu costumo dizer, vão-se colocando coisas às três pancadas. Ou seja, à medida que vão aparecendo, por lá vão ficando.
As paredes fazem parte integrante do ambiente que queremos decorar. Os espelhos por exemplo, são muito importantes nas decorações. Eles reflectem não só as nossas imagens mas particularmente, reflectem a luz, e os belos objectos que a pouco e pouco vamos guardando e coleccionando. Dão claridade e alargam espaços. São muito bons elementos para colocar em corredores e entradas e há um truque, é colocar dois quase de frente, para que reflictam a luz, qualquer que seja a sua proveniência.
A própria tinta em si, pode ser um elemento decorativo, isto é, se colocar uma parede em destaque, com uma cor mais forte, mais vibrante, coloque sobre ela, pequenas colecções de fotografias, de gravuras, de pinturas, prateleiras com colecções de chávenas, bules, copos, bonecos, sei lá, qualquer coisa pela qual tenha interesse.
Eu sou coleccionadora de várias coisas, umas vão crescendo mais do que outras, mas faço de caixinhas de louça diversa e porcelana, prata, madeiras, palhinha, papel maché, marfinite,...copos, fotografias, revistas, livros, écharpes, lenços, e não vou dizer mais porque podem pensar que estou a inventar, mas vai não vai, umas param e outras avançam, começo outras, tenho imensa tralha em casa espalhada por estantes, vitrinas, prateleiras...uma que comecei há menos tempo, são pedras, quartzos, ametistas, opalas, etc. Tenho já uma colecçãozinha...parte delas foi-me oferecida por uma das minha filhas gémeas.  Também faço de dedais, de porcelana, prata (só tenho 1), de miniaturas de toda a espécie, especialmente animais, elefantes, cães, gatos, passaritos, etc.
Gosto de coleccionar, já fiz de selos e dei-a toda, fartei-me porque era preciso muito cuidado no manuseamento. Faço de pequenas chávenas das rococó até modernas, de bules, tenho alguns, prefiro os rústicos. Pratos nas paredes, tenho já uns oito. São coisas que estão em vitrina e por isso não preciso andar a limpar todas as semanas.
Assim, colecções são boa ideia, estantes com livros e bibelots, coisas que vai juntando,  misture-as com os livros, dá uma ar mais agradável, menos formal e mais cozy. Molduras , por exemplo com fotografias do ou dos filhos, desde pequenos até maiorzitos. Faça uma espécie de mural, pode até ser no quarto de cada um , ocupando uma parte de uma parede, onde se pode assistr, em forma de imagem, ao seu crescimento e evolução. Se puder com molduras todas iguais ou pelo menos da mesma cor. Uma que se integre na decoração. O branco dá com tudo.
Estampas, óleos, se puder comprar ou se pinta, serigrafias, aguarelas, ou mesmo apenas gravuras. Reproduções de obras famosas, se quiser seguir o meu instinto, de Gustav Kilmt por exemplo, porque é "doce" nas suas obras e usa muita cor e os motivos que apresenta nos seus quadros, até "casam" bem com ambientes modernos.
Caso não tenha, veja alguas ideias que pode escolher para fazer em sua casa.



Decoração clássica que é refrescada pela cor das paredes. Tem poucos móveis de outro modo ficaria extremamente pesada.

Também já fiz um post sobre esta borboletas e como se fazem coloquei  até os moldes.

Já aqui tinha falado deste estilo, os chamados lenços de carteira, que antigamente se usavam e há ainda muitas senhoras que usam. São lindos como motivo, tem de os esticar sobre um cartão e "prender" com o vidro. Só depois coloca a moldura, para ficarem esticados e lisos.

Pinturas, cada uma em duas nuances, se não souber fazer a esquadria, pinte apenas uma cor, não e fácil, apesar de parecer, fazer este tipo de quadros. Requer "mão", experiência e profundos conhecimentos de desenho.

Gravuras e objectos simples e rústicos.

Aqui as molduras são negras, porque se coaduna melhor com a deco, fica bem sobre este tipo de verde musgo/camurça. Uma das características é que este tipo de decoração é escura, por isso tem de ser num local com muita luz. Mesmo que indirecta. A luz indirecta é a preferida dos pintores, porque dá um certo surrealismo ao que se vê.

Folhas secas e borboletas de papel, em tons neutros para parecerem muito antigas, sobre um canto que se quis de destaque, e que por essa razão foi pintado de um tom bem forte. Como se fosse um painel.

Um painel ocupa toda uma parede. Parece que está a comer na praia, com o mar a seus pés.
Este tipo de painéis, só fica bem em decorações minimalistas, ou seja, ausência de artefactos e móveis (poucos) e de linhas simples, de outro modo, irá "cansar" e pesar o ambiente.Para além disso, são caros e por isso não vai colocar estantes sobre ele, e outros móveis, tem de ser usado como um grande quadro, para que o seu efeito seja o esperado. Apenas o painel quase enche uma sala.

O papel de parede como elemento decorativo, numa única parede...em poucos anos, o que mudou na decoração, seria impensável forrar apenas uma parede, há poucos anos atrás.

Também já falei sobre este tipo de trabalho, é feito com molde em stencil e recortado no cartão.
São moldes geralmente de inspiração oriental, este é do formato de uma janela que pode ser na Índia ou noutro local como Marrocos. Depois por baixo coloca tecido ou papel, ou uma gravura por exemplo de pássaros estilizados, e pendura. Há suportes próprios para cartão e papel nas lojas de especialidade.

Pintou-se uma parede de negro para colocar a colecção de fotografias, sobre ela.
Terá de ser em ambientes claros e luminosos, para que o efeito seja conseguido e não se torne escuro.

Guirlandas de papel e cartolina.  Muito apreciadas por gente que faz trabalhos manuais, porque são relativamente faceis de fazer e facilmente substituíveis caso se cansem.

Ganchos e cabos de arame, como nos estúdios de fotografia e artes finais. Prendem-se com molinhas.

Pinturas criativas feitas por mãos pequeninas ou criativas feitas m por mãos habilidosas.

Como uma galeria de arte e onde a luz está a entrar ao contrário, o efeito é mágico, porque conseguímos ver o que está exposto, sem que a luz nos magoe os olhos.

Molduras com papel de parede no centro, como se fosse um enorme quadro.

Também fá falei sobre isto, usar pedaços de igual dimensão, de papel de parede e fazer uma colagem estilo patchwork.


  Os pratos como colecção, apenas num local da parede e dentro de um formato ou se são muitos, espalhados.
 Fotografias, num quarto de adolescente ou num escritório. Com fotos de amigos e família, etc.


Um painel faz de parede e separa espaços. É em tecido onde foram impressos motivos em forma de quadrados, como se fossem pequenos quadros.

Fotografias como papel de parede, por toda a parede.

Gravuras de banda desenhada, neste caso o Tintin, também por toda a parede do chao ao tecto.

Flores de papelão, pintadas e coladas. Numa composição que lembra uma escultura suspensa.

Quadros e treliça, demarcam a parede. Por baixo da treliça, pintou-se a parede de carmim.


Como vê muitas ideias que pode copiar ou quem sabe que lhe suscitem outras ainda melhores.
O próprio papel pode ser o elemento decorativo, se for de riscas ou num estampado que não canse.
Hoje está muito em voga apenas uma parede pintada em tom mais escuro ou forrada a papel, uma espécie de destaque.
Com estas pequenas ajudas, crie o seu próprio espaço.
Boas decorações.

Fotos de reprodução de outros post aqui do blog, de casa cláudia, shelterness, jaxdoesdesign e  kika reishert.

3 comentários:

vida disse...

Adorei todas as idéias adoro coisas por todos os lados tambem me visite e participe da minha campanha de gostar "EU TE SIGO VOCÊ MESEGUE?"te espero nas minhas casas,tenha uma linda semana,bjsssssss

Maria Eugénia Resende disse...

Vida, obrigada e ainda bem que gostou. Te visito sim e tenho seguido com atenção o evoluir de sua casinha. Parabéns. Está muito fofa. Pena que não aproveite esse quintal que tem para colocar hortinha e plantas, não apenas num cantinho. Tomateiro, feijoeiro, couves, alfaces, tudo em carreirinhos. Ficava lindo e dava uim entretém ao maridão!!! Eles adoram essse tipo de coisas. Se fosse eu já tinha um limoeiro, uma laranjeira, uma macieira, depois dá sombra, bom e ainda dá frutos. E a hortinha...depois era só pegar e fazer a salada, já pensou???

Gena

Marion disse...

Muito obrigada pela visita! Voltei pra ver mais um pouquinho de teu blog. Essas ideias todas são lindas - mas o que mais gostei, mesmo, foram os vasinhos "cortados ao meio"! Marion